Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

12 de mar de 2011

Tairone Silva, boxer negro, é assassinado por policial

(Deu no UOL) "O jovem pugilista Tairone Silva, de 17 anos e considerado uma das maiores promessas do boxe brasileiro, morreu na tarde da última sexta-feira vítima de dois tiros na cidade Osório, no Rio Grande do Sul, onde visitava a mãe. O boxeador foi levado ao hospital da cidade por um policial militar, mas chegou sem vida ao local. Familiares de Tairone indicaram o PM, Alexandre Camargo, de 29 anos, que socorreu a vítima, como o responsável pela morte e revelaram que ele havia ameaçado o jovem na tarde da última quinta-feira. Os disparos teriam ocorrido após uma discussão seguida de agressões. O soldado da Brigada Militar (BM) admitiu a morte ao delegado Celso Ferri e alegou legítima defesa. Ferri não ficou convencido com a tese, pois de acordo com a trajetória e à distância dos tiros não fica confirmada a luta corporal. Com base no laudo do Departamento Médico-Legal, a Justiça decretou a prisão preventiva de Alexandre Camargo na madrugada deste sábado. Ele segue detido no quartel de Osório. "A motivação a partir do esclarecimento de algumas questões do laudo cadavérico passam a ficar nebulosas. Porque a versão de legítima defesa decorrente de ofensas anteriores passaram a ser descartadas, pois não temos segurança que houve o embate pela trajetória e pela distanciados disparos. A gente sabe que ele tinha problemas de relacionamento com a juventude do município. Por vezes, tinha atitudes truculentas. A real motivação, consta como nebulosa. Ela está inserida no ritmo dele e talvez nem venha a ser revelada", afirmou Ferri à rádio Guaíba. A Polícia Civil irá ouvir pelo menos mais duas testemunhas e não descarta a reconstituição do crime. O órgão de segurança tem dez dias para fechar o inquérito.Tairone foi velado na Câmara de Vereadores de Osório e cerca de mil pessoas participaram do sepultamento. O incidente foi declarado como uma “tragédia” para o esporte pela Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) e informou que o atleta estava em visita na casa de sua mãe na cidade da região nordeste do Estado. “O Brasil perde um atleta de futuro, que tinha o sonho de chegar a ser um grande boxeador e participar dos Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados na cidade do Rio de Janeiro... Deixa a saudade de um grande companheiro dos colegas do esporte e a imagem de correção e educação dentro e fora do boxe”, informou em nota a maior entidade nacional de boxe. Tairone Silva era atualmente campeão brasileiro da categoria de cadetes de 75 kg (de 15 a 16 anos) e em fevereiro do ano passado disputou seu primeiro torneio internacional da cidade de Iquique, ao norte do Chile, e foi campeão da categoria até 75 kg".
Postar um comentário