Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

26 de ago de 2012

Oliveira Silveira é o homenageado do Sopapo Poético, em Porto Alegre





Sopapo Poético: Ponto Negro da Poesia do mês de agosto será em homenagem ao poeta, historiador e professor Oliveira Silveira. A próxima edição do sarau acontecerá no dia 28 de agosto, às 19h, na Associação das Entidades Carnavalescas (Av. Ipiranga, número 311- Porto Alegre) com entrada franca.
Formado em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Oliveira Silveira nasceu em Rosário do Sul. Autor de diversos livros, também foi integrante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial. Na década de 1970, entre o fogo cruzado da ditadura militar surge o Grupo Palmares composto por gaúchos negros/negras que se reuniam com a proposta de estimular o Brasil a discutir sua identidade negra e a influência nefasta do racismo no país. Para tanto, desenvolveram relevantes pesquisas, Oliveira dedica especial atenção à Palmares por sua importância na história do negro no Brasil, chega à confirmação da data de morte de Zumbi – 20 de novembro – e a sugestão desta, ao Grupo Palmares, em contraponto ao treze de maio. No ano de 1971 o 20 de Novembro foi apresentado ao mundo: “A evocação do dia Vinte de Novembro como data negra foi lançada nacionalmente em 1971 pelo Grupo Palmares, de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul”. Em 1978, o Movimento Negro Unificado Contra a Discriminação Racial – MNUCDR, dá ao 20 de novembro a denominação de “Dia Nacional da Consciência Negra”.  Oliveira Silveira, morreu no dia 1º de janeiro de 2009, vítima de um câncer, aos 67 anos.
Sopapo Poético: Ponto Negro da Poesia em homenagem a Oliveira receberá também o Recital Poético Musical “Batuque tuque tuque”, baseado na obra poética do Oliveira Silveira, o público presente terá uma mostra panorâmica da constante releitura de fatos históricos como elemento de constituição identitária, que marca a produção literária deste pesquisador. O Recital “Batuque, Tuque, Tuque” é composto por poemas de Oliveira Silveira, e as músicas que integram o Recital são poemas do poeta musicados por Pâmela Amaro e Miguel Arcanjo e “África” de Landê Onawalê. O roteiro é da atriz Vera Lopes. O elenco deste Recital é composto pela atriz Vera Lopes que tem mais de 30 anos de carreira, pelo ator Sirmar Antunes com mais de 35 anos de experiência na vida artística, pela atriz, cantora e compositora Pâmela Amaro e pelo músico e educador social John Silva.
Venha participar e dialogar com todas essas influências no próximo Sopapo Poético: Ponto Negro da Poesia e não se esqueça de trazer a sua poesia no bolso.

Fotos de Divulgação - Wagner Carvalho e Irene Santos
SERVIÇO
O Quê: Sopapo Poético: Ponto Negro da Poesia
Quando: 28 de agosto de 2012 (terça-feira)
Onde: Associação das Entidades Carnavalescas (Av. Ipiranga, número 311- Porto alegre)
Horário: 19h
Entrada Franca
Contato dos Organizadores:
Pâmela Amaro – (51) 9365-3315
Vera Lopes – (51) 9155-9118
Postar um comentário