Bate-papo no PAF I da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF I da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

9 de ago de 2013

Nelson e Winnie Mandela, da luta contra o apartheid para as telas


  • Livro e filmes reconstroem história da luta contra a segregação racial na África do Sul
  • Duas produções cinematográficas entram em cartaz nos próximos meses
  • Ex-mulher do líder lança diário sobre seus 491 dias na prisão


Winnie Mandela autografa exemplares de seu livro “491 days: prisoner number 1323/69”
Foto: SIPHIWE SIBEKO / REUTERS/SIPHIWE SIBEKO
Winnie Mandela autografa exemplares de seu livro “491 days: prisoner number 1323/69” SIPHIWE SIBEKO / REUTERS/SIPHIWE SIBEKO
CIDADE DO CABO - O aniversário de 95 anos de Nelson Mandela, comemorado no último dia 18 de julho, e a sua internação por conta de uma infecção pulmonar voltaram a atrair a atenção do mundo para a luta do carismático líder sul-africano e de sua família. Um livro, lançado na quarta-feira, e dois filmes, que entrarão em cartaz nos próximos meses, buscam reconstruir um dos episódios mais importantes da História do Século XX.
Na quarta-feira, a ex-mulher de Mandela, Winnie Madikizela-Mandela, lançou “491 days: prisoner number 1323/69” (“491 dias: prisioneira número 1323/69”). Na obra, ela revela o diário secreto que escreveu durante a prisão, no ano de 1969. Também estão reproduzidas algumas cartas que trocou com o então marido e com as autoridades penitenciárias.
- Eu senti que deveria contar essa história para as futuras gerações, para que o que aconteceu nunca se repita - disse, durante a cerimônia de lançamento.
Winnie esteve casada com Mandela durante os 27 anos em que ele esteve preso. Ela se manteve ativa na clandestinidade e enfrentou torturas e prisões arbitrárias. Ao contrário do ex-marido, ela não goza de plena popularidade entre os sul-africanos. No passado, foi condenada por sequestro de uma criança de 14 anos e por fraude ao fisco.
Mandela, entretanto, sempre a defendeu e definiu as acusações como ataques de adversários políticos a uma grande ativista. Os dois finalmente se separaram em 1996, e atualmente o ex-presidente é casado com Graça Machel.
“Winnie Mandela”, cinebiografia sobre sua vida baseada em um livro escrito por Anné Mariè du Preez Bezrob, será lançada em breve. O filme terá Jennifer Hudson no papel principal e Terrence Howard interpretando o líder antiapartheid.
Trailer de filmes está disponível na Internet
A produção foi atacada pela própria homenageada, que alegou não ter sido consultada. O diretor sul-africano Darrel Roodt foi duramente criticado por chamar o filme, que mostra as batalhas do casal, de uma “impressionante história de amor”. Cética, Winnie respondeu:
- Para mim é um insulto. Eu não sei o que pode ser chamado de romântico na nossa luta amarga - disse sobre o filme, cujo trailer está disponível online.
Outra produção que também conta com uma prévia disponível na Interneté “Mandela: a long walk to freedom” (”Mandela: uma longa caminhada para a liberdade”, em português). O filme é estrelado por Idris Elba e tem Naomi Harris no papel de Winnie. Especialistas colocam suas fichas na produção como uma das favoritas a levar algum Oscar.
Baseado no livro homônimo de Mandela, o longa vai mostrar a luta do ativista político contra o regime que separava negros e brancos na África do Sul, sua prisão por 27 anos e, como é comum em Hollywood, seu romance com Winnie. Vista como cinebiografia oficial por muitos, ela foi exibida na Assembleia Geral das Nações Unidas no Dia Internacional de Nelson Mandela para convidados como o ex-presidente americano Bill Clinton.
Os dois trailers mostram cenas parecidas: os olhos do casal se cruzando, o primeiro beijo, a chegada de Mandela a prisão e diversos discursos. De qualquer forma, “A long walk to freedom” parece ser mais promissor. Embora Howard guarde grande semelhança com o líder, é a performance de Elba que vem arrebatando a crítica.
em http://oglobo.globo.com/mundo/nelson-winnie-mandela-da-luta-contra-apartheid-para-as-telas-9437376#ixzz2bToVYUPp
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 
Postar um comentário