Bate-papo no PAF I da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF I da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

19 de mai de 2007

"CADA TRIDENTE EM SEU LUGAR CHEGA À SEGUNDA EDIÇÃO E VIRA ROTEIRO DE CINEMA"

Relações raciais é o foco da segunda edição do livro de crônicas e contos da escritora Cidinha da Silva, com lançamento nacional dia 25 de maio no Hotel Canto do Sol. O lançamento de “Cada Tridente em seu Lugar” (Mazza Edições) acontece no dia 25 de maio, às 18h, durante o 6º SENENAE – Seminário Nacional de Entidades Negras na Área da Educação, no Hotel Canto do Sol, em Vitória. A grande novidade é que alguns textos serão adaptados para roteiros de vídeo e cinema desenvolvidos pela produtora capixaba Lúmen Produções, que adquiriu os direitos de adaptação. Dez meses depois da primeira edição, a nova versão chega mais enxuta: saíram oito histórias curtas, dando lugar a três novas, mas o foco continua sendo a complexa questão das relações raciais na sociedade brasileira. Renovam o livro a história do jovem negro que figura como “pretinho básico” das moças brancas, nas baladas de fim-de-semana, em “Melô da contradição”, e os textos “Só derreal” e “Amai-vos uns aos outros”, também reveladores do racismo que permeia nossa sociedade. Permanecem “Domingas e a Cunhada”, um história de amor repleta de lirismo tendo como cenário o interior nordestino da primeira metade do século XX, e “Papo de Barbearia”, uma radiografia do universo masculino que a manicure Marieta nos revela pelos “causos” deliciosamente mineiros ouvidos numa barbearia do interior. Além disso, chega em bom momento o encarte com sugestões de atividades didáticas para auxiliar os professores/as na implementação da Lei 10.639 de 2003, que inclui na Rede de Ensino do país a obrigatoriedade da temática História e Cultura Africana e Afro-brasileira. Como Edimilson de Almeida Pereira escreve no prefácio da 2ª edição do livro, “Cada tridente em seu lugar esconde núcleos grávidos de especulações estéticas e ideológicas. (...) Esses núcleos resultam em narrativas abertas à discussão sobre o multiculturalismo da sociedade brasileira e às experimentações da criação literária.” LANÇAMENTO DA SEGUNDA EDIÇÃO: 25/05 – 18h00 - 6º SENENAE (Vitória) Hotel Canto do Sol Av. Dante Micheline, 3957 Jardim Camburi – Vitória-ES
Postar um comentário