O Pentes vai II

Eu avisei, não foi? O Pentes está voando em céu de brigadeiro. Ontem, em Belo Horizonte, recebi da editora a grata notícia de que o livro foi selecionado para integrar a mochila dos estudantes da prefeitura, em 2011. Explico: há alguns anos a prefeitura de BH vem mantendo a prática saudável de ofertar livros de literatura para cada estudante no início do ano letivo. As editoras inscrevem as obras que são lidas e avaliadas por uma comissão de bibliotecárias/os e educadoras/es. O Pentes foi selecionado, serão impressos mais quatro mil exemplares. Bom demais! Estou contente! Assim também fiquei com as conversas literárias mantidas na Faculdade de Letras da UFMG. As turmas foram simpáticas, receptivas e o diálogo rolou solto e leve. O pessoal está discutindo dois textos do Tridente, a saber, "Dublê de Ogum" e "Aconteceu no Rio de Janeiro". Ainda recebi um presente, o livro "Escritoras mineiras: poesia, ficção, memória", organizado pela professora Constância Duarte, do qual consta o texto: "Cada tridente em seu lugar: personagens afrodescendentes na obra de Cidinha da Silva", escrito pela jovem historiadora Luana dos Santos. Foi tri-bom passar por BH.

Comentários

Michel Yakini disse…
Eita noticia boa pra abrir os caminhos do dia ...

Cidinha, a gente se sente representado nessa colheita também. O Pentes é um livro imprecindivel pra nossa mulecada, pelo valor e pelo amor que representa...

Caminhada forte, valeu pela referencia e legado que tu nos presenteia.

Axé pra gente!

Michel Yakini

Feliz d + !
A Mina do cara! disse…
Oi Cidinha, tudo bem?
Aqui é o Márcio, nós conversamos na sala de aula, aqui na ufmg semana passada.

Acompanharei você pelo blog.

Essa notícia do Pentes na Mochila foi ótima! Parabéns!

um beijo
Anônimo disse…
oi, cidinha. tb estive na aula de sexta passada na ufmg. parabéns pelo blog e pelos escritos. sigamos em frente!

Postagens mais visitadas