Diário do hospício e Cemitério dos vivos, dois livros de Lima Barreto reeditados

(Texto de divulgação). "O volume reúne duas obras de Lima Barreto, Diário do Hospício e a novela inacabada O Cemitério dos vivos. O primeiro é um documento impressionante da internação do escritor no Hospício Nacional dos Alienados (RJ). O segundo enfrenta a experiência da loucura em chave ficcional. Publicados postumamente, em 1953, funcionam como vasos comunicantes. Esta nova edição conta com um prefácio exclusivo de Alfredo Bosi e oferece um conjunto inédito de informações que entrelaça diferentes disciplinas: crítica literária, história e psiquiatria. Também traz textos de Machado de Assis, Raul Pompéia e Olavo Bilac sobre o hospício como instituição". Publicação da Cosac Naify.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas