Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

23 de dez de 2007

CineCUFA - o cinema na tela da favela

Ao final do ano todo mundo faz balanços, não é? Para não fugir à regra e por não ter conseguido fazê-lo antes, posto aqui uma notinha sobre o CineCUFA, 1a edição, uma das melhores coisas que assisti em 2007. De 04 a 16 de setembro no CCBB, RJ, dezenas de filmes produzidos por periferias de todo o mundo foram apresentados para gente de todas as idades, mas principalmente crianças, adolescentes e jovens. Moçada oriunda das periferias da cidade do Rio de Janeiro. Mais de três mil pessoas visitaram a mostra e muitos educadores solicitaram à CUFA - Central Única das Favelas que produza uma coletânea dos filmes apresentados para atingir outros públicos, notadamente nas escolas. Para saber mais, inclusive sobre o processo seletivo para a 2a edição mostra, consulte www.cinecufa.com.br (release da mostra) "O CineCUFA é um festival dedicado às obras audiovisuais produzidas por periferias de todo o mundo e traz como proposta o incentivo à uma nova ordem cultural e artística, que tem como objetivo maior mostrar um novo ponto de vista: a capacidade de contribuir não somente com personagens que possam atuar à frente das câmeras, mas também como protagonistas atrás delas. Portanto na tela do Cinecufa, ou seja na tela da favela, os cineastas das periferias encontram a oportunidade de exibir o seu ponto de vista sobre os mais variados assuntos. Temos como objetivo fomentar a construção de uma identidade que passe a atuar mais fortemente no mercado cinematográfico, fazendo com que os realizadores dessa crescente vertente audiovisual reconheçam-se como representantes de um novo e legítimo movimento estético, social e político. A partir da seleção dos filmes, a proposta é traçar um paralelo entre a diversidade e a peculiaridade deste segmento de produção, abordando temáticas diversas, distribuindo curtas, médias e longa-metragens numa programação de 12 dias. De 04 a 16 de setembro o Centro Cultural do Banco do Brasil serviu de palco para para a nossa tela, para a festa revolução cultural. Devido ao barateamento dos equipamentos audiovisuais deu-se nas última décadas uma intensa produção oriunda da periferia que, por outro lado, ainda não conta com locais para exibição que atendam a esta demanda. E o CineCUFA vem contribuir para a diminuição da lacuna entre a produção audiovisual da periferia e o público, na maioria das vezes, não-conhecedor destas obras. Ao viabilizar essas exibições, o festival também inicia um processo de incentivo para que mais projetos sejam realizados".
Postar um comentário