Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

16 de ago de 2009

50.000 visitas ao blogue!

O contador de visitas do blogue opera há um ano e contabilizamos 50 mil visitas, oriundas de 89 países. É uma marca que comemoro, dentre outros motivos, porque o blogue me ajuda a ter disciplina para a escritura diária. Outro dia comentava com um amigo que, nos tempos de trabalho autônomo para custear a vida, eu escrevia entre 3 e 5 páginas criativas por dia, hoje, de volta ao mundo formal de trabalho, nos dias em que é possível escrever, escrevo entre 2 e 4 parágrafos, mesmo nos finais de semana, quando consigo criar um pouco mais, a média é de uma página e meia. Duas páginas e meia foi o máximo alcançado até o momento. Leio todos os dias, mais ou menos no mesmo ritmo, mas o tempo da escrita diminuiu muito, tempo mental... o ócio criativo é mesmo uma necessidade, mas sigo escrevendo nas condições materiais possíveis. De volta ao blogue, propriamente, nunca dei bola ao binômio local x global, aliás, nutro impaciência e descrédito por vários teóricos dedicados ao tema, principalmente os gringos que se instalam no Brasil para tratá-lo nas universidades, por meio de abordagens pseudo-democráticas e plurais dos empobrecidos e sua produção cultural. Mas, é forçoso admitir que meu blogue ultrapassa uma perspectiva local, no sentido de suplantar um blogue-porta-voz de um dado mundinho e também dirigido a um pequeno grupo. Admito que o blogue é global, haja vista a pluralidade de temas, o enfoque aberto e o alcance crescente de pessoas, é abusado! Embora seja, como praticamente todos os veículos do gênero, um clube de amigos e amigas, no qual me reservo o direito inalienável de promover pessoas queridas e amadas e de abrir espaço para o contestatório (merecedor de meus comentários) que se aproxime de maneira gentil e respeitosa, sem presunção, personalismo e/ou autoritarismo. Mas, mesmo com os limites de um clube, dá um gostinho bom não mais contar as visitas de mil em mil ou de 10 em 10 mil, e poder contá-las de 50 em 50 mil. Sendo assim, voltarei a falar dos números quando completarmos 100 mil acessos. Uma das grandes alegrias oferecidas a esta blogueira, diariamente, é perceber que várias pessoas se sentem motivadas a escrever a partir do diálogo com escritos meus, seja por eclodir delas o desejo de expressão pela palavra, seja pelo exercício do diálogo aberto e franco (ou nem tanto) com minha produção. Por fim, essas 50 mil visitas devem-se também aos amigos, conhecidos e aos admiradores do meu trabalho por terem anexado meu blogue aos respectivos sítios e blogues, isto, certamente, contribui para o incremento do volume de acessos. Muito grata. Até a vista. Até os 100 mil acessos.
Postar um comentário