Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

3 de nov de 2010

Amores eternos nascidos no carnaval - texto 2 (do livro Colonos e Quilombolas)

Ai, eu queria um amor assim, como o dos meus avós, um conto de fadas. Ela foi rainha do carnaval no bairro Santana. Ele, neto de lanceiro negro, pioneiro do Morro de Nossa Senhora da Piedade. O patriarca da família, avô do meu avô, voltou de Farrapos sem uma mão, mas com o orgulho intacto. Então, sou neta de um guerreiro do exército dos negros e de uma rainha. Descendo da realeza da Colônia Africana. Minha avó até hoje posa para fotografias com a faixa real. No dia da coroação teve apresentação especial da Orquestra Jazz Cruzeiro e foi nessa festa que ela conheceu meu avô. Encheu de gente no baile e na rua também. Meu avô era um preto galante, forte como o avô dele. Os descendentes dos lanceiros gozavam de muito respeito na Colônia, afinal, eles lutaram pela emancipação de todos nós, em todos os tempos. Na fila de cumprimentos ele quase se ajoelhou para beijar a mão da minha avó. Não sem antes cumprimentar com um fortíssimo aperto de mão o pai da rainha. O avozinho estudara bem a liturgia do noivo. Meu avô tinha aquele bigodinho ralo de Jackson do Pandeiro e, por incrível que possa parecer, as moças adoravam. Era a cereja do bolo. Minha avó não fugia à regra e estava a caminho de conquistar o bigodinho que a acompanharia por toda a vida. Aqueles eram amores eternos, não eram como os nossos. Mas houve um episódio engraçado na história deles. Quando marcaram o primeiro encontro, que seria às nove da manhã de um domingo, na frente da loja Garça, no Caminho do Meio, minha avó, entretida com o desfile de carnaval na rua Santana deixou plantado o moçoilo. Quando se lembrou do compromisso eram onze horas da manhã. Ela correu até o local sem esperanças de encontrá-lo, mas não é que ele estava lá, esperando por ela enquanto fiava o bigodinho. Aquilo confirmou a nobreza dele e ela decretou que aquele seria o pai dos seus filhos.
Postar um comentário