Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

1 de jul de 2009

Boletim Casa Poema 2009 - No 1

"Se você ainda na viu o Parem nestes 07 anos, você perdeu. Em compensação, o que você verá jamais terá sido visto antes, porque esse é um espetáculo que honra o ineditismo de qualquer rotina, às últimas conseqüências. Cada dia é realmente um, e ímpar. Há dois domingos, estava na platéia uma vovó pretinha linda, vestida de linho pérola e brilhosos cabelos crespos e brancos, no auge dos seus 98 anos, vendo a peça já pela terceira vez. Aquela mulher hirta, que, calada, já é um exemplo. Mas, como se não bastasse sua vistosa existência exemplar, ao ser abordada por mim, interessada em sua idade e nome, vó Maria respondeu e prosseguiu: “quero dizer, tenho 98, mas gravei meu primeiro disco aos 91”. Chamei-a ao palco, emocionada, para lhe oferecer flores; ela, como que correspondendo ao bouquet, canta o primeiro samba gravado da história (“O chefe da polícia pelo telefone”), para deleite meu e da platéia, imediatamente transformados em coro. Um luxo! Como um programa de TV ao vivo, cada dia é uma noite nova nos palcos do “Parem de falar mal da rotina”, por isso e pelo que ainda não sei, espero você e a seus amigos. Todas as noites tem sempre alguém que viu a peça mais de duas, três, quatro, dez...vinte vezes. Isso pode querer dizer que se trata de um espetáculo de utilidade pública. Agradeço ao público que tem lotado nossas sessões, e vamos juntos até 02 de agosto, com exceção desta sexta-feira (26) e do domingo 26 de julho. No quesito Minha Voz Minha Vida, a pedida desse sábado que passou foi na Casa Rosa. Explico: sou madrinha da Orquestra Voadora, a ma-ra-vi-lho-sa, que nasceu por ocasião do carnaval de meu aniversário, e por isso dela virei madrinha. Pois eu, Áurea Martins e a Orquestra Voadora fizemos um show de tremer os ares de Laranjeiras. Só de metais são 12, e mais percussivos e originais instrumentos de batucar o peito da gente. O próximo será no Circo Voador, que avisamos todos vocês. No mais, temos o Workshop de Poesia Falada, ou seja, um curso profundo de comunicação oral, em julho no Rio de Janeiroe em agosto em São Paulo. Eu, se fosse você, parava de adiar a presença elucidadora da poesia em sua vida. A grande novidade do ano fica por conta de minha estréia como colunista no Correio Braziliense, excelente jornal da capital federal. Estou abraçando essa querida ocasião para aproveitar e conversar mais amiúde com o meu país. Fiquem espertos, acessem, colaborem. Na coluna falarei sobre o que mais sei: a pimenta do reino cotidiano." Elisa Lucinda. AGENDA CASA POEMA: Workshop de Férias - Poesia Falada. De 21 a 29 de julho. Curso de Poesia Falada para escritores. Dentro de um conteúdo programático, os participantes exercitarão seus poemas e finalizarão com um recital. Início em agosto. Curso de Formação de Professores em Poesia Falada. Capacitação para pessoas que tenham interesse em lecionar a metodologia de poesia falada criada por Elisa Lucinda. Início em agosto. Curso de Português Instrumental "Na Ponta da Língua." Excelente oportunidade de aprender e tirar dúvidas sobre assuntos essenciais da Língua como um dos maiores instrumentos de interação humana, a partir da metodologia e do conteúdo especialmente elaborados. Em módulo compacto, quatro horas de estudo e prática, para aprender, revisar e tirar dúvidas. Datas: 04 e 07 de julho, das 09h às 13h. Informações e Inscrições: (21) 2286-5976 / 5977 Local: Casa Poema. Paulino Fernandes, 15 – Botafogo - Rio de Janeiro/RJ CASA POEMA Escola Lucinda de Poesia Viva 21 2286 5977 21 2286-5976 www.casapoema.com.br
Postar um comentário