Cláudio Pedrosa sobre #OHomemAzulDoDeserto


"Uma vez fui a um casamento. A certa altura, quando o sacerdote selava o destino do casal, alguém abriu uma gaiola e o beijo no altar foi coroado por uma revoada de borboletas...
A platéia deslumbrada aplaudia e sorria, enquanto eu, boquiaberto só conseguia pensar em como, e por quem, aquelas borboletas foram colocadas lá dentro.
É assim que me sinto quando leio que a Cidinha vai lançar um novo livro: vem por aí uma revoada de borboletas!" #OHomemAzulDoDeserto
Cláudio Pedrosa, poeta e psicólogo.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas