Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

26 de nov de 2008

Eleitoras/es de BH podem escolher proposta para revitalizar o Mercado de Santa Tereza

(Texto de divulgação) "A população belo-horizontina já pode escolher, pela internet, a nova utilização do Mercado de Santa Tereza. As três propostas habilitadas para a revitalização do espaço onde funcionou o Mercado, na região Leste da capital, foram apresentadas, nesta segunda-feira, dia 3, no auditório do Espaço Municipal da Prefeitura e estão disponíveis para a consulta pública e escolha no portal da Prefeitura www.pbh.gov.br. Os projetos habilitados são “Mercado Cultural de Santa Tereza” – elaborado pela Associação Galpão, Galpão Cine Horto, Grupo Giramundo, Galápagos e Agentz – “Mercado Mineiro de Santa Tereza – da Associação Comunitária do Bairro de Santa Tereza – e “Mercado de Santa Tereza - Centro de Artes, Cultura e Tecnologias Socioambientais” – projetado pelo Mundo Mico, Tambor Mineiro, Lume Ambiental e Instituto de Ensino Tecnológico. A votação segue até o dia 5 de dezembro e vai ocorrer no mesmo formato do Orçamento Participativo Digital, em que a população escolhe, via internet, obras a serem executadas pela Prefeitura. O processo é acompanhado pela Auditoria Geral do Município, garantindo a confiabilidade e idoneidade da votação. Toda pessoa com domicílio eleitoral em Belo Horizonte terá direito a um voto, que será recebido exclusivamente pela internet. Para votar, o eleitor deve preencher os dados do número do título e da zona eleitoral. O resultado será conhecido no dia 5 de dezembro, como parte das comemorações pelo aniversário de 111 anos de Belo Horizonte. Além de receber a autorização para se instalar no espaço, o empreendimento vencedor receberá uma premiação de R$ 30 mil. Concurso: O concurso para escolher o projeto a ser implantado no mercado foi criado com o objetivo de definir, de forma democrática e com ampla participação popular, o novo uso do local. A proposta vencedora terá que ser auto-sustentável financeiramente e preservar as particularidades do bairro, marcado pela forte vocação cultural. Os projetos inscritos foram analisados por uma comissão julgadora formada por integrantes da administração municipal e representantes da sociedade civil – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG), Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Sindicato da Indústria da Construção Civil de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial de Minas, entre outros. Propostas e principais características: Centro de Artes, Cultura e Tecnologias Socioambientais: O Centro de Artes, Cultura e Tec­no­logias Socioam­bientais será um espaço destinado às artes, moda, bioarqui­tetura, tecno­logias so­cio­am­bientais, qualificação e inserção profissional e ao resgate de costumes e tradições do Bairro Santa Tereza. O Centro terá co­mo objetivo incentivar a produção artística regional apontando valores ambiental­mente e socialmente corretos. Serão criadas diversas oficinas de capa­citação na área de artesanato recicla­do, moda, informá­tica, teatro, cultura e música para a população de Belo Horizonte com programas específicos para todas as idades. Também será implantado um espaço destinado a feiras semanais de flores, orgânicos, economia solidária, artesanato, artes, antiguidades e moda. Contará ainda com espaço para cinema, área de exposições, restaurantes/bares e um teatro de arena. O resgate de ofí­cios e costumes de Santa Tereza será feito a partir das memórias dos cidadãos mais antigos, transformando suas histó­rias num Museu Vivo e construindo um alicerce da memória para a formação das novas gerações. O que terá: - Escola de Artes em Resíduos e Ofícios; - Museu Vivo – Memórias de Santa Tereza; - Praça de Eventos e Gastronomia; - Tambor Mineiro – Centro de Referência da Cultura Afro-Mineira; - Mercado de Tecno­logias Sócio-ambientais; - Feiras Semanais; - Incubadora de Artes. Mercado Mineiro de Santa Tereza: O Mercado Mineiro de Santa Tereza visa manter a identidade e características do bairro e a melhorar a qualidade de vida dos seus moradores e usuários, ao mesmo tempo em que cria um espaço de uso público para Belo Horizonte. O objetivo é a reapro­xi­mação da comunidade local ao espaço mantendo a idéia original de mercado agregado a usos articulados entre si, com ênfase no mercado tradicional, no entretenimento e na cultura mineira. Haverá feirantes com bancas de hortifru­tigrangeiros e gêneros alimentícios, padaria, açougue, serviços locais como correio e banco, bares, uma incubadora de artes e espetáculos, restaurante e artesanato. O que terá: Incubadora de Empresas de Artes do Espetáculo: cessão de espaços equipados, a baixo custo, para en­saios de grupos de teatro, dança, música, audio­visual, produtoras, escritórios e oficinas destinadas a artistas, técnicos, executivos e gerentes que concentrem suas atividades nas áreas cênicas, musicais e audiovi­suais. Comple­menta a Incubadora uma tenda removível para shows, cinema, tea­tro, dança, etc. Restaurante e Escola de Gastronomia: vitrine de referência da gastronomia mineira em Belo Horizonte, resgatará antigas tradições culturais, privile­giando os pequenos produtores. Centro de referência e comércio de artesanato: exposição permanente do artesanato tradicional e contemporâneo mais representativo do Estado de Minas Gerais. Propõe-se a capacitação e treinamento do artesão como dos demais interessados, por meio da realização de formações. Mercado Cultural Santa Tereza: O Mercado Cultural Santa Tereza é um projeto resultante da união entre o Grupo Gi­ramundo, o Centro Cul­tural Galpão Cine Horto – do Grupo Gal­pão – e a Agentz Produções. Ele pretende criar, no bairro Santa Tereza, um pólo nacional de produção, exibição e formação artística. O projeto, que prevê um investimento de R$ 12 milhões, tem o respaldo de dois dos mais importantes nú­cleos artísticos do Brasil – o Grupo Giramundo e o Gal­pão Cine Horto – Centro Cultural do Grupo Gal­pão – somados à sólida trajetória de produção de eventos e gestão cultural da Agentz Produções. A criação de um complexo grandioso como o proposto abre espaço para a elaboração de um pólo turístico na cidade, gera novos empregos e, certamente, contribui para o desenvolvimento sustentável da comunidade e região. O que terá: Núcleo Gira­mun­do: o Giramundo trans­fere para o Mercado Cultural Santa Tereza o Museu Giramundo, am­­pliando sua capacidade de visitação e de pesquisa. O grupo também rea­lizará cursos e oficinas e criará um teatro para apresentações de espetáculos de bonecos. Núcleo Galpão Ci­ne Horto: o Centro Cultural Galpão Cine Horto será transferido para o Mercado. Será criado um teatro único no Brasil. Ele permitirá diferentes formas de utilização (teatro fechado, multi-meios ou teatro de rua), além de um auditório/cinema e do Centro de Pesquisa e Memória do Teatro (biblioteca e video­teca). E, ainda, serão oferecidos cursos em várias áreas artísticas e técnicas. Núcleo Agentz Produções: a Agentz Produções, realizadora do Festival Mundial de Circo do Brasil, implantará, no mercado, o Centro Internacional de Referência do Circo – CIRC, que abrigará diversas atividades circenses como oficinas e cursos para profissionais e iniciantes, biblioteca e videoteca. Será também instalada na parte externa do mercado uma lona com 400 lugares. Ali haverá espetáculos, mostras e festivais de circo. Outras atividades: refor­mulação dos espaços abertos, transformando-os em importantes centros de convivência, além de ações de intercâmbio e eventos co­mo shows, mostras, exposições, conferências, debates, feiras de artesanato, feiras gastronômicas e eventos populares, sempre com a participação ativa da comunidade, além de um aconchegante bar-café e um empório de pro­dutos artísticos mineiros".
Postar um comentário