Quartinhas de Aruá, em Salvador

(Texto de divulgação): “...porque a consciência não é uma luzinha que se acende na mente: é o relâmpago da verdade que não se apaga nunca...” (Luiz Silva Cuti) "Já se disse que os livros não mudam o mundo, mas mudam pessoas, que transformarão o mundo. Na luta contra as várias formas de opressão, a literatura sempre teve importante papel - da Revolução Angolana, onde seu líder maior era poeta, ao Movimento Negro no Brasil, onde a arte sempre foi uma grande arma. Com o tema LITERATURA E CONSCIÊNCIA NEGRA, a Quartinhas de Aruá traz os militantes Ana Célia da Silva, e Hamilton Vieira pra falarem sobre os romances, contos ou poemas que colocaram suas consciências negras nos trilhos luminosos da luta anti-racista". ONDE: Centro de Estudos das Populações Afro-Indo-Ameríndias – CEPAIA - Largo do Carmo, Centro Histórico. QUANDO: 26/11/2008, às 19:00.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas