Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

28 de jan de 2015

Cidinha da Silva escreve orelha do Cadernos Negros 37

Por Cidinha da Silva

Uma das alegrias do ano de 2014 foi o convite do grupo literário Quilombhoje para escrever a orelha do Cadernos Negros volume 37 (poemas afro-brasileiros).

Hoje recebi o livro. Eis o texto:                                        

 A publicação anual Cadernos Negros é sinônimo de perseverança e perenidade. Persistência para afirmar-se em mercado editorial inóspito, de cartas marcadas, jogo viciado, no qual, os de sempre, editam, distribuem e vendem. Constância da presença em um tempo cada vez mais hostil às publicações autônomas, pautadas pela identidade negra positivada e pelo enfrentamento ao racismo cotidiano, via criação literária.

No futuro próximo, quando a bibliodiversidade (diversidade dos livros presentes num certo contexto) – estiver consolidada e vier a ser estudada no contexto brasileiro, será obrigatório considerar a longevidade editorial de Cadernos Negros, bem como sua contribuição para consolidar a necessária multiplicidade das produções editoriais ofertadas ao público-leitor.

Em Cadernos Negros muitas vozes são lidas, diferentes texturas e tessituras são sentidas, internalizadas, refeitas a partir da interação texto-leitor, texto-leitora.

Que os poemas e contos de Cadernos sigam nos revelando, nos representando, nos levando a sorrir a cada nova edição. Vida longa e muita saúde a Cadernos Negros do Quilombhoje! Brindemos!

Cidinha da Silva, escritora. Autora de Racismo no Brasil e afetos correlatos (Conversê, 2013), entre outros. 
Postar um comentário