Bate-papo na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, dia 14 de maio de 2017

Bate-papo na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, dia 14 de maio de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

14 de nov de 2013

Dos textos sobre a novela Lado a lado no livro novo de Cidinha da Silva




Noveleira que sou, não me lembro de outra novela como “Lado a lado”. Sua honestidade ímpar, ao tratar de tabus embrulhados há séculos em papel prateado, como a escravidão e as relações raciais, a intolerância religiosa e a desigualdade de gênero, entre outros, foi ao mesmo tempo desconcertante e inspiradora, vigorosa. E ninguém captou isto como a Cidinha da Silva, com seus textos memoráveis, toras de lenha seca na fogueira acesa pelos autores. Este livro não poderia ser mais oportuno. (Junia Puglia, cronista e colunista do blogue Nota de Rodapé).


As impressões de Cidinha da Silva sobre Lado a Lado dão conta da maior virtude do folhetim – afirmar a humanidade que corre por baixo, por cima e através de nossa pele. Contribui com vivacidade para o debate racial ao aproximar a política e a vida cotidiana das personagens e dos leitores. Mas não somente. Demonstra também que ver televisão pode ser muito mais do que querem nos fazer crer. Um leitura saborosa que certamente vai mudar a sua maneira de assistir ao próximo capítulo. (Charô Lastra, arquiteta, facilitadora  do Blogueiras Negras).
Postar um comentário