Bate-papo na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, dia 14 de maio de 2017

Bate-papo na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, dia 14 de maio de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

16 de nov de 2013

Mais comentários sobre a abordagem a Lado a lado no livro novo de Cidinha da Silva



"As crônicas de Cidinha da Silva sobre episódios da novela Lado a Lado caminharam livremente e chegaram também até a escola, como rico instrumento pedagógico. Seus textos possibilitaram reflexão sobre as questões históricas entrelaçadas ao enredo da novela; colaboraram para a educação do olhar sobre as relações étnico-raciais que são estabelecidas no Brasil, como também ajudaram no aprofundamento do debate sobre a presença negra na mídia brasileira.No uso competente da palavra, a cronista, de escrita zelosa e bem humorada; leve e acessível, contribuiu, através de seus textos, para que a literatura cumprisse esses multifacetados papéis junto a professores e estudantes. É com muita alegria que como leitora e educadora recebo mais essa publicação de Cidinha da Silva". (Rosa Margarida Carvalho Rocha, Mestre em Educação,Coordenadora do Grupo Gestor de Promoção da Igualdade Racial- GGPIR/SMED/BH).

"Cidinha da Silva, com maestria, em suas crônicas sobre a novela Lado a lado, de Cláudia Lage e João Ximenes Braga, nos surpreendeu com a maneira que, com leveza e lirismo, usava a palavra real que, nunca é suave, para nos fazer refletir sobre a situação dos negros após a abolição da escravatura e também sobre a condição atual do negro no Brasil. Suas crônicas são um descortinar, um abrir as cortinas, a fim de que vejamos pela janela o que acontece fora das telas". (Anderson Feliciano, escritor e dramaturgo).
Postar um comentário