Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

16 de out de 2010

Dilma Rousseff: sonhando e criando o futuro

"Eu, HILTON COBRA, ator, diretor da Cia dos Comuns, uma companhia de teatro composta de atores e atrizes negros, que foi criada com a missão artística, cultural e política de se criar um espaço voltado para a pesquisa teatral negra que possibilite um maior conhecimento da nossa cultura, apuro técnico e ampliação do espaço de atuação de profissionais negros no mundo das artes cênicas, tenho absoluta e profunda admiração e respeito por essa corajosa mulher, Dilma Vana Roussef. Não tenho dúvida, teremos um Brasil muito melhor nas mãos da Dilma. Será extraordinário para o Brasil ser governado por uma mulher, e uma mulher inteligente, competente e determinada. Mas ressalto. Somente teremos uma eleição realmente democrática quando os(as) candidatos(as), sobretudo à Presidência da República, discutirem a questão do racismo brasileiro em seus programas e debates. Mas como isso está longe de acontecer, resta apenas a esperança de um dia a gente negra brasileira, que representa hoje 51,3% da população do país, negar o seu voto e forçar os(as) candidatos(as) a assumirem nos seus programas de governo o combate efetivo e implacável ao racismo com a mesma intensidade com que os temas aborto, meio ambiente e religião estão forçando o adversário e a nossa candidata Dilma a se manifestarem. Somente seremos livres, desenvolvidos e democráticos quando erradicarmos o racismo. Ah! se a candidata, através de seus programas e metas, se comprometesse a combater o racismo institucional, a colocar realmente e de forma honesta as instituições federais – todas elas – a serviço do equilíbrio de forças políticas e econômicas entre os "vários" povos brasileiros, incluindo portanto os negros, não seríamos mais: · a maioria dos encarcerados nos presídios brasileiros; · a maioria dos favelados; · a maioria das crianças e dos jovens mortos nas guerras do tráfico; · a maioria dos “soldados” do tráfico; · a maioria analfabeta; · a maioria dos catadores de lixo; · a maioria da população de rua; · a maioria desempregada; · a maioria das crianças mortas por falta de higiene, comida e saúde; · a maioria nos manicômios; · a maioria, a maioria, a maioria... Seria um ótimo começo, minha querida candidata, e uma extraordinária visão de futuro. Estou com a senhora candidata e esperançoso de que sairemos vitoriosos no dia 31. Sem dúvida, será um marco histórico para o Brasil e, sobretudo, para o Brasil feminino. Parabéns, mulheres brasileiras"! (Foto: Hilton Cobra no papel de Policarpo Quaresma).
Postar um comentário