Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

12 de out de 2010

Publicação resgata história da nação angola na Bahia

(Texto de divulgação). "No próximo dia 19, das 19 às 22 horas, no Museu Carlos Costa Pinto, será lançado o livro A Casa dos Olhos do Tempo que fala da Nação Angolão Paquetan. Com a coordenação editorial do fotógrafo Aristides Alves, a obra resgata a história da nação Angolão Paketan, a partir do terreiro de Mutalambô ye Kaiongo, localizado em Cajazeiras XI e liderado pelo tata de inquice Mutá Imê. Além disso, o livro traz um texto do doutor em antropologia Renato da Silveira sobre a história da constituição do candomblé de nação angola no Brasil. Já a jornalista e mestre em Estudos Étnicos e Africanos, Cleidiana Ramos, escreveu sobre a história da família de santo do terreiro de Mutalambô ye Kaiongo. A obra traz também informações sobre as comidas sagradas; o uso das plantas, com análise dos biólogos Aion Sereno Alves e Ana Paula de Sales S. Alencar; ilustrações dos inquices (as divindades do culto angola) feitas por Marco Aurélio Damasceno, além de um CD com os cantos sagrados da nação que teve direção musical de Tuzé de Abreu. As fotografias que ilustram o livro são de autoria de Aristides Alves e serão exibidas em uma exposição que será realizada de 20 de outubro a 20 de novembro no Museu Carlos Costa Pinto. Também no museu acontecerá um seminário no dia 21 de outubro às 19h30 intitulado A Nação Angola na Bahia, com a participação do tata de inquice Mutá Imê, Renato da Silveira, Cleidiana Ramos, Jaqueline Freitas, da Fundação Palmares e Paula Barreto, coordenadora do Centro de Estudos Afro Orientais da Ufba (Ceao) e do Instituto Nzinga. A Casa dos Olhos do Tempo que Fala da Nação Angolão Paquetan foi realizado com apoio do Ministério da Cultura, via a Fundação Cultural Palmares. Os exemplares serão distribuidos gratuitamente para instituições que realizam pesquisas sobre a cultura e a religião afro-brasileira". Mais informações: Aristides Alves: (71) 8868-3596 3247-3596 Tata de Inquice Mutá Imê- (71) 8748-6136 Janja: (71) 9609-0106 Serviço: O quê: Lançamento do Livro A Casa dos Olhos do Tempo que fala da Nação Angolão Paquetan Quando: 19 de outubro das 19 às 22 horas Local: Museu Carlos Pinto, Av. 7 de setembro 2490- Vitória. Telefone: 3336-6081 Apresentação dos Cantos Sagrados da Nação Angolão Paquetan e da Orquestra de Berimbau do Grupo Nzinga O quê? Exposição: O Terreiro de Mutalambô ye Kaiongo Quando:De 20 de outubro a 20 de n ovembro, de segunda a sábado (exceto terça-feira, domingos e feriados). Das 14h30 às 18 horas O quê: Seminário A Nação Angola na Bahia Quando: 21 de outubro às 19h30 Local: Auditório do Museu Carlos Costa Pinto. Palestrantes: Mutá Imê- Tata de Inquice do Terreiro de Mutalambô ye Kaiongo Renato da Silveira- Doutor em Antropologia e professor da Ufba Cleidiana Ramos- Jornalista e mestre em Estudos Étnicos e Africanos Jaqueline Freitas- Jornalista, pós graduada em História e em Educação e representante da Fundação Palmares Paula Barreto-Diretora do Ceao-Ufba e do Instituto Nzinga
Postar um comentário