E o mar chegou!

Chegou fincando as bandeiras do novo nas válvulas do coração cansado. Chegou trazendo uma correnteza de peixes para piracemar o lago, ontem vazio. Chegou o mar de água doce, deleite de mel, poética sua. (Imagem belíssima de Iléa Ferraz)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas