Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Bate-papo no PAF 3 da UFBA (Ondina, Salvador) - 13 de julho de 2017

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Google+ Badge

Translate

16 de jul de 2007

aneDotáRio - do blogue do Rique Aleixo

Rique, querido, sei o quanto a parte gráfica lhe é cara e peço desculpas por minha tacanhez na tecnologia internáutica. Aguardo as aulas, que ainda não lhe pedi. Adorei o poema e transcrevo-o aqui, com o preâmbulo explicativo. Convido os/as visitantes a passearem pelo seu blogue: www.jaguadarte.zip.net e verem in locco, mas não in natura, seus textos, belamente diagramados. (por Rique Aleixo) "Sábado de manhã fui à livraria Café com Letras para o lançamento da 9ª edição do jornal "Dezfaces", que teve como editora a poeta Ana Caetano. Fui por causa da talentosa e gentil Ana, que dedicou duas páginas do tablóide a coisas minhas: o poema "Um ano entre os humanos" e o visual "mobilestabile". Mal entrei e já alguém me contava da anedota que circulava outra noite no Palácio das Artes, durante o lançamento de uma edição especial do "Suplemento Literário de Minas Gerais": "Ricardo Aleixo mandou um poema lindo para a edição especial do 'Suplemento' em homenagem ao Décio Pignatari. Só que o poema termina com a palavra buceta, e por isso ele não será publicado". Triste e velhorizonte! Pois se eu mesmo dei - por escrito - à editora do "Suplemento", Camila Diniz, a opção de não publicar o poema, para evitar embaraços a ela e ao jornal... Se soubesse que ia dar no que deu, teria simplesmente declinado do convite para participar da homenagem ao Décio. Segue, abaixo, o poema, iniciado em 2002 e concluído na semana passada. Não sei se o poema é de fato "lindo", como diz a tal anedota, mas é dos que mais gostei de escrever (o tema ajuda) nestes trinta anos de tentativas poéticas. [Detalhe: a linda palavra-título (= palavra), apropriada do português arcaico, foi utilizada com maestria pelo poeta catarinense Dennis Radünz, num dos poemas de seu excelente livro "Extraviário", lançado no ano passado pela Ed. Letrad'água]". Parávoa - à deriva no mar da parávoa mais bela ( "o belo é o significado"; "o significado é o uso", assertou signatari ) para a visão o olfato a audição o paladar e o tato : buceta (foto do Rique feita por Ignácio Costa, durante a performance "pesado demais para a ventania")
Postar um comentário